O Perigo de Não Tratar a Candidiase

É muito importante que você providencie um tratamento para a candidiase logo nos primeiros sintomas, para não deixar esta doença gerar complicações que podem ser graves. Veja mais sobre os problemas de uma candidiase não tratada aqui: Candidiase.

No entanto este artigo vai focar-se apenas na candidiase vaginal.

Primeiro é preciso saber se realmente sofre de candidiase, pois existem outras doenças que podem ser confundidas com ela.

Os sintomas de candidiase vaginal mais comuns são: comichão intensa, corrimento vaginal espesso e esbranquiçado (parece queijo derretido), ardor a urinar e, provavelmente, dor ou desconforto nas relações sexuais.

A causa mais comum do aparecimento da candidiase é a toma de antibióticos para a cura de qualquer outra doença e que afeta as nossas bactérias benignas responsáveis pelo controle do fungo cândida.

Se você tomou antibióticos e teve um ataque de candidiase pode não ser preciso fazer nenhum tratamento. Se tem um sistema imunológico forte é provável que o seu organismo recupere sozinho. Os antibióticos matam as bactérias más, e também matam as boas. De pois de parar com o antibiótico é provável que a sua flora benéfica recupere e a candidiase seja novamente controlada, restaurando a sua saúde. Se conseguir aguentar a comichão pode tentar recuperar naturalmente.

Mas se toma antibióticos regularmente para combater alguma doença então não vai ser possível recuperar naturalmente.

Se o seu sistema imunológico é fraco, ou se encontra debilitado por algum motivo, então também é pouco provável que consiga recuperar da candidiase naturalmente.

Nestes casos é muito aconselhável a utilização de um remédio para candidiase, de preferência natural, porque a candidiase não tratada pode causar problemas muito sérios.

– A candidiase pode-se tornar cada vez mais agressiva e causar uma comichão quase insuportável.

– A candidiase quando não tratada tem tendência a aparecer a intervalos cada vez mais curtos, tornando-lhe a vida insuportável.

– A candidiase pode inclusive propagar-se pelo sangue a órgãos vitais, como o cérebro, ou rins ou os pulmões e causar, inclusive, a morte.

– Se tem um parceiro sexual corre o risco de passar a candidiase ao seu parceiro e a candidiase no homem é também muito incomodativa.

Além disso tratar esta doença naturalmente é fácil e simples, pelo que não há necessidade de sofrer com sintomas de candidiase como a forte comichão e ardor, e correr o risco de deixar o fungo alartrar a outras partes do corpo.

Informe-se sobre esta doença, os seus sintomas e tratamentos aqui: candidiase. Tudo o que precisa saber sobre esta doença encontra neste website.